Hoje a nossa análise é sobre o Moto E4 Plus, que faz parte da linha mais básica de smartphones intermediários que a Motorola lançou em 2017. A ideia aqui é ter um aparelho que entrega um desempenho legal e funções interessantes por um preço que se encaixa no orçamento da maioria dos brasileiros. Ele consegue fazer isso? Não exatamente, e a culpa principal é do desempenho dele. E eu não tô falando só no caso de games não, é no uso básico mesmo.

Por outro lado, o E4 Plus tem uma bateria de fazer inveja pra muito top de linha. Mas vamo lá que eu vou explicar tudo isso direito.

Desempenho

O E4 Plus vem com um processador MediaTek quad-core e 2 gigas de RAM. Essa combinação é o suficiente pra você conseguir rodar e usar boa parte dos aplicativos mais básicos, mas não dá pra garantir que eles vão rodar lisinhos. É só navegar pela interface e pelos menus do próprio Android pra ter uma sensação sutil de lentidão. Ele consegue aplicativos como Facebook e WhatsApp, mas de vez em quando dá pra perceber algumas engasgadinhas de leve na hora abrir o teclado e digitar algo, por exemplo.

  • CPU: MediaTek MT6737 (4 x 1,3 GHz)
  • GPU: Mali-T720MP2
  • RAM: 2 GB

Aí eu pensei: bom, se ele já tá com problemas aqui, na hora dos jogos vai ser um show de horrores. Mas não, foi melhor do que eu esperava.

Games como Uncharted e Horizon Chase surpreenderam e rodaram sem problema nenhum e sem quedas de desempenho, o que me deixou perplexo. Até Mortal Kombat, que tem gráficos bem exigentes, só dava uma lerdeada na hora dos golpes especiais, que tem mais efeitos. Então eu tentei chutar o pau da barraca com Injustice 2, mas aí realmente já era demais pro Moto E4 e o resultado ficou bem ruim.

Ou seja, na hora dos joguinhos, você vai poder rodar bem alguns dos bons, mas os mais pesados vão ficar fora do seu alcance mesmo.

E mesmo que o E4 Plus conseguir rodar bem os jogos mais exigentes, isso não significa que ele tem espaço pra eles. O armazenamento dele tem só 16 gigas e mais de 5 gigas desse total ficam ocupados pelo sistema e por aplicativos embarcados que não podem ser deletados, então por mais que dê pra expandir o espaço pra fotos e músicas com um cartão micro SD, não sobra muito pra instalar apps pesados.

  • Armazenamento: 16 GB expansível via cartão micro SD

Bateria

Agora, se o desempenho do Moto E4 Plus foi meio decepcionante, a bateria é uma história bem diferente.

Ele vem com nada menos de 5.000 miliamperes de capacidade, e consegue fazer cada um deles render muito bem. E isso é surpreendente, já que os processadores da MediaTek têm fama de consumir energia demais. No nosso teste de stress, com reprodução contínua de um vídeo no YouTube com o brilho da tela no máximo, o E4 Plus conseguiu aguentar o suficiente pra durar impressionantes 16 horas e 40 minutos antes de ficar sem carga.

  • Bateria: 5.000 mAh com carregamento rápido
  • Duração: 1.000 minutos de execução de vídeo

Esse é o melhor resultado que a gente teve entre todos os smartphones testamos em 2017.

No uso cotidiano, pegando o celular várias vezes por dia pra ver redes sociais e responder mensagens, e até pra jogar e ver alguns vídeos de vez em quando, a bateria dá pra ficar dois dias inteiros sem recarregar. Ele só não é indicado pra usuários mais intensivos por causa do desempenho fraco.

Além disso, a recarga não é das mais rápidas. O Moto E4 Plus leva exatamente três horas pra ir de zero a 100%. Ah, e o conector é micro USB, então nada de Type-C por aqui.

Design

Indo agora pro design, o Moto E4 Plus segue um estilo muito parecido com o do seu irmão intermediário Moto G5, tanto no estilo da frente quanto na traseira sem calombo pra câmera. A diferença mais perceptível é no tamanho, já que o E4 Plus tem uma tela maior. Em todo caso, o visual segue a linguagem padrão pros celulares atuais da Motorola, então você que vai ter que decidir se gosta ou não. Pra mim, ele não chama muito a atenção, mas também não desagrada nesse ponto.

  • Dimensões (A x L x E): 15,5 x 7,75 x 0,955 cm
  • Peso: 198 g

O E4 Plus é um aparelho pesadinho, mas tem uma pegada boa e se encaixa bem na mão. A traseira é em metal e não escorrega muito mão. Mas se ele escorregar e cair no chão duro, então é bom você estar mentalmente preparado pra alguns machucadinhos. Aconteceu com a gente.

Uma coisa curiosa no Moto E4 Plus é a tampa traseira. Você tem que fazer um pouco de força pra retirar ela pra poder colocar os chips de operadora e um cartão micro SD se quiser. Mas por mais que dê pra abrir a tampa, a bateria não é removível. Ela fica parafusada no lugar.

E é melhor nem mexer pra não arriscar estragar a garantia.

Tela

A tela do Moto E4 Plus é IPS LCD, vem com 5 polegadas e meia e tem resolução HD. Pra esse tamanho todo, uma resolução Full HD seria bem-vinda, já que permitiria mostrar mais detalhes. Mesmo assim, do jeito que tá o resultado é OK pra quem não for muito exigente. O brilho é bom o bastante pra você poder usar o celular em qualquer lugar e as cores até me surpreenderam um pouco.

  • Tela: IPS LCD de 5,5 polegadas
  • Resolução: HD (1280x720 pixels)
  • Densidade: 267 ppp

Normalmente, um display IPS LCD costuma ter cores um pouco mais esbranquiçadas, e isso costuma me incomodar bastante. Mas no E4 Plus a Motorola conseguiu fazer um bom trabalho. O resultado ainda não é o mesmo de um AMOLED ou Super AMOLED, mas chega bem perto.

Câmeras

Indo pras câmeras do Moto E4 Plus, a traseira tem 13 MP consegue fazer fotos com um resultado muito bom durante dias bem iluminados. As cores ficam legais e as fotos ficam cheias de detalhes. A qualidade cai bastante em ambientes escuros, mas ainda dá pra quebrar um galho.

  • Câmera traseira: 13 MP, f/2.0, autofoco, HDR e flash LED

Na câmera frontal, a história é praticamente a mesma. As selfies saem boas em lugares com luzes fortes, mas no escuro ficam bem ruinzinhas. O flash frontal ajuda a quebrar um galho, mas não resolve muito as coisas.

  • Câmera frontal: 5 MP, f/2.4, HDR e flash LED

Nos vídeos, a resolução máxima é HD, então não dá pra esperar nada de espetacular por aqui.

  • Vídeo: 720p@30fps

Interface

Sobre a interface, a Motorola manteve o seu padrão e trouxe um sistema bem próximo do Android Nougat puro pro Moto E4 Plus. Ele vem já com o estilo atualizado do Google Pixel, que troca o botão da gaveta de apps pelo gesto de deslizar o dedo de baixo pra cima.

  • Sistema operacional: Android 7.1 Nougat

Além disso, ele também tem o leitor de digitais multifuncional que apareceu nos Moto G5 e G5 Plus e no Moto Z2 Play. Com isso, ele deixa você tirar os botões de navegação da tela se quiser e executar as funções deles com gestos no sensor biométrico, o que é bem legal.

E já que eu tô falando do sensor de digitais, é bom mencionar que ele funciona muito bem na hora de cadastrar e ler as suas digitais pra desbloquear a tela. Ele não é tão rápido quanto nos seus irmãos mais caros, mas não chega a incomodar.

Sobre o áudio, o alto falante tem um volume bom, mas distorce um pouco os sons nos volumes mais fortes. Além disso, a posição da caixa de som ruim, no canto da parte de baixo do celular.

Normalmente aqui eu falaria pra vocês que isso é ruim porque é fácil de tampar com a mão na hora e ver vídeos em tela cheia, mas aqui acontece uma coisa engraçada. Como a tampa traseira não é selada, o som acaba vazando bastante mesmo quando você cobre a saída do alto-falante.

Pelo menos o aparelho vem com um fone de ouvido básico na caixa, que tem um encaixe bom pra se fixar dentro do ouvido e tem até borrachinhas de reserva.

Antes de encerrar, é bom falar que o Moto E4 Plus vem com espaços separados pra dois chips SIM e pro cartão micro SD, então dá pra usar dois números de celular e expandir a memória ao mesmo tempo sem problema.

Vale a Pena?

A Motorola lançou o Moto E4 Plus aqui no Brasil com o preço oficial de R$ 949, mas agora já baixou pra R$ 899. Mesmo assim, o celular acaba não valendo muito a pena. Pagando só R$ 100 a mais, você pode comprar o próprio Moto G5 da empresa, que tem um desempenho muito melhor e mais algumas vantagens.

  • Preço: R$ 899

A única situação em que o E4 Plus seria mais indicado é pra quem realmente não se importa com o desempenho mais fraco e faz questão de uma bateria que dure mais de um dia. É só nesse caso que o Moto E4 Plus seria a melhor escolha.

E aí, o que você achou do celular? Manda sua opinião e qualquer duvida que tiver sobrado nos comentários aí embaixo, que eu respondo assim que puder. E quem quiser comprar o Moto E4 Plus com um preço bacana só precisa dar uma olhada na descrição do vídeo, que a gente vai colocar uns links com descontos por lá.

Deixe seu like no vídeo se você curtiu o review, se inscreva no canal pra ficar sempre por dentro das novidades da tecnologia e clique no sininho pra receber uma notificação primeiro que todo mundo. É isso aí! Vejo você na próxima!